Neutralidade demodê

E assim, vestimos a camisa do 8 ou 80





Moda, estilo, expressão individual, personificação, bem como uma maneira de ser aceito, impressionar, adquirir status e obter aprovação dos outros. E por anos, evoluímos graças a esse estilo, e a essas expressões individuais que se tornavam coletivas, aos pouquinhos, respeitando o tempo de maturação.

E com a evolução digital, fomos somando os pequenos grupos, aglomerando-nos com diferentes "similares", na ideia de nos tornarmos mais fortes com a quantidade. Muros foram derrubados e o conceito de andar por cima deles virou sinônimo da falta de coragem. É obrigatório escolher um dos lados, e assim, concordar com todos os termos que passam por cima de nossos próprios conceitos.

Numerosos e mais fortes, ganhamos a tal “liberdade" de nos expressarmos, e incentivamos o crescimento das ideias extremistas, a falta de respeito e a raiva generalizada. A polaridade virou o assunto de jornal, com matérias exalando a intolerância, a violência e a crueldade. E agora lutamos para (re)compreender o respeito, que sempre teve (e terá) duas vias, se queremos recebe-lo, precisamos reaprender a da-lo.

Tal como o estilo, a atitude, as escolhas, a generosidade, a inclusão e a mudança, são escolhas individuais, sementes plantadas com calma ao coletivo, pois no fim do dia, a verdade é uma só: somos o que escolhemos ser.


  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
  • Spotify ícone social

DON'T BE CLUELESS

THE FUTURE NEEDS SMART FELLOWS